• Câmara32

03/08/2017 20h20 - Atualizado em 03/08/2017 20h20

Tribunal de Justiça do Estado divulga edital para concurso público

Certame servirá para formar cadastro reserva e terá validade de 2 anos

Correio do Estado

Imagens: Divulgação

Prédio do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul em Campo Grande.(Foto: Divulgação)

O edital do concurso público para o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul está publicado no Diário da Justiça de sexta-feira.

O certame é para formar cadastro reserva para os cargos de analista judiciário (bacharel em Direito), analista judiciário em bacharel em administração e técnico de nível superior nas especialidades analista técnico contábil, analista de sistema computacional, bibliotecário, engenheiro civil, engenheiro eletricista, arquiteto, médico, odontológo, assistente social, psicólogo, jornalista e estatístico.

As inscrições começam às 8h de segunda-feira (7) e terminam às 16h de 18 de setembro. O candidato precisa acessar site da PUC-PR para preencher cadastro, formulário eletrônico de inscrição e imprimir o boleto bancário.

A taxa de R$ 85,00 será para os cargos de analista judiciário (área fim ou área meio); e R$ 100,00 para os cargos de técnico de nível superior (qualquer especialidade). O pagamento precisa ser feito até 18 de setembro nos bancos autorizados.

Os salários são de R$ 4.913,79 para analista judiciário área fim e área meio (bacharel em direito e administração) e R$ 5.636,96 para os técnicos de nível superior.

Será possível também pedir isenção de taxa e atendimento de necessidades especiais por conta de deficiência.

A prova objetiva será em 29 de outubro, em Campo Grande. Local e horário serão divulgados posteriormente pela PUC-PR, com no mínimo 20 dias de antecedência da aplicação da prova.

Para o cargo de analista judiciário – bacharel em direito, o caderno de provas consistirá de 60 questões objetivas, contendo cinco alternativas, com apenas uma correta, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos.

Para os demais cargos, serão 20 questões de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos.

A PROVA

A prova objetiva será de caráter eliminatório e classificatório e os aprovados serão aqueles que obtiverem o mínimo de 50% de aproveitamento do total de pontos nas questões de conhecimentos específicos e, no mínimo, 50% de aproveitamento no total de pontos da prova objetiva, além de outros casos previstos no edital.

O resultado final do concurso será homologado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul e publicado no Diário da Justiça.

NOMEAÇÃO

Os candidatos aprovados formarão cadastro reserva, para efeitos de futura e eventual nomeação, considerando o quantitativo-limite de classificados. A classificação final dos candidatos aprovados terá por base o total de pontos obtidos na prova objetiva.

O concurso terá validade de 2 anos, a contar da data da publicação oficial da homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do TJMS.

As vagas surgidas, no curso de validade do concurso, em decorrência do desligamento do titular do quadro de pessoal do Poder Judiciário por motivo de aposentadoria, exoneração e óbito, demissão ou remoção, serão providas por servidor já no quadro de pessoal, por meio de remoção, ou por candidato aprovado no concurso.

As informações sobre atribuições do cargo e remuneração, conteúdo programático, recursos, homologação, nomeação e disposições gerais estão todos contidos em edital.

ACESSE O EDITAL AQUI.

VEJA NÚMERO DE VAGAS






PUBLICIDADE

  • VALE VEICULOS19


PUBLICIDADE
  • Contabile14